Whey protein isolado ou concentrado? Entenda os benefícios e escolha o seu

whey protein isolado concentrado

Um dos suplementos mais utilizados nas academias, o whey protein tem diferentes versões (isolado, concentrado e hidrolisado) e pode ser aliado a diversos tipos de exercício, de acordo com seus objetivos.

O whey protein, conhecido assim no mundo todo, nada mais é que a proteína extraída do soro do leite através de processos laboratoriais. Isolado a partir da coagulação do leite para fabricação de derivados, o soro então passa por um processo de desnaturação, uma secagem através de calor para se livrar da água, deixando para trás apenas as proteínas e aminoácidos.

Além do ganho de massa magra e da redução de gordura, o whey protein tem mais benefícios como melhorar o sistema imunológico

Por mais que o termo proteína tenha sido usado pela primeira vez no séulo XVIII com a descoberta de que alguns componentes, como a clara de ovo, o sangue e o leite, entre outros, coagulam em altas temperaturas, o whey que conhecemos hoje só começou a ser isolado em meados do século XX como maneira de concentrar as suas propriedades benéficas. Alguns de seus componentes, como a lactoferina, por exemplo, estão relacionados a melhorias no sistema imunológico e prevenção de doenças.

Para os praticantes regulares de atividades físicas, os benefícios são facilmente reconhecíveis. Por extrair as proteínas e aminoácidos de um alimento rico como o leite e deixar de lado as gorduras, o whey amplia a força e resistência e favorece o ganho de massa muscular.

O suplemento também é responsável pela redução de apetite. De acordo com um estudo australiano de 2007 feito com 28 homens, aqueles que consumiram 50 gramas de whey diariamente reduziram significativamente a produção de grelina, conhecido como “hormônio da fome”.

Whey protein isolado Whey protein concentrado Whey protein hidrolisado

Whey protein concentrado

Depois de passar por esses processos descritos, isolando aminoácidos e proteínas a partir do soro do leite, o suplemento resultante é o chamado whey protein concentrado. Também  chamado de whey integral, esta versão do suplemento é a que passa por menor processamento, o que já garante excelentes resultados. Ele chega a ter por volta de 80% de proteína na sua composição.

Whey protein isolado

Como o próprio nome já indica, o whey protein isolado passa por processos que removem tudo o que não é proteína de sua composição. Essas filtragens retiram quaisquer lipídios e carboidratos  do produto. O primeiro efeito disso e um dos mais conhecidos é que os traços de lactose são removidos, então eles podem ser utilizados por atletas com esse tipo de intolerância.

Outra vantagem do whey protein isolado é a velocidade de absorção. Por ser a proteína em sua forma mais pura, o organismo tira suas vantagens mais rapidamente, o que pode fazer bastante diferença para exercícios de impacto imediato como corrida, sendo utilizado antes e depois do exercício. Isso não quer dizer, contudo, que o efeito do whey concentrado será menor, apenas leva mais tempo.

Whey protein hidrolisado

Além de passar pelos processos de filtragem do whey isolado, esse tipo tem as suas proteínas parcial ou completamente hidrolisadas em sua fabricação. Ou seja, como ele não vai necessitar dos processos de hidrólise comuns do nosso organismo, a digestão e absorção é muito mais rápida até mesmo que do whey isolado. Nesse caso, o processo é feito com a adição de enzimas.

Os suplementos a base de whey, dos três tipos principais, podem também receber elementos para a adição de sabor. Neste caso, é preciso estar ciente de que os flavorizantes ou adoçantes podem conter pequena quantidade de carboidratos.

Dieta equilibrada e outras maneiras de maximizar os benefícios do whey protein

O whey traz diversas vantagens para a prática do exercício físico, mas é preciso ficar ciente de que ele só é saudável se for aliado a outras rotinas saudáveis. Uma dieta equilibrada e rica pode fazer total diferença. Não faz sentido ter hábitos nocivos e negligenciar grupos alimentícios e depois pôr a culpa no suplemento de proteína.

Além da dieta, para o fim específico de ganho de massa muscular, o whey pode ser combinado com suplementos a base de carboidratos como maltodextrina ou dextrose. Esses produtos produzidos a base de amido causam picos de insulina que maximizam a absorção do whey. O ideal é consumi-los depois do treino.

Outro cuidado importante para quem consome ou pretende consumir o whey com frequência é dobrar o cuidado na hora da hidratação. Por ser um produto muito rico em aminoácidos, ele pode sobrecarregar os rins e consumir mais água é o mais indicado para equilibrar esse  processo.

Qualquer que seja o tipo de exercício e o tipo de whey protein que você vai comprar, o ideal é pesquisar, utilizar somente produtos legais e aprovados pela Anvisa e, sempre que possível, procurar a opinião de um profissional. Não só para maximizar resultados como também para evitar riscos à saúde.

Bom treino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp!