Treino de Bíceps-Os melhores exercícios

Treino de Bíceps-Os melhores exercícios 

Hoje em dia, o treino de bíceps é um programa que precisa de uma atenção especial, para que ocorram resultados reais e evite qualquer tipo de lesão.

Muitas pessoas quando se fala em musculação, logo vêm na cabeça, braços sarados e saudáveis. Na verdade até na indústria do cinema, vários personagens, passam uma imagem totalmente forte e de presença justamente com bíceps grandes e definidos.

Na antiguidade o bíceps foi o primeiro músculo a ser observado pelos exércitos que aplicavam diversas atividades físicas. O homem foi capaz de notar a sua alteração enquanto se submetia a atividades de alta intensidade, principalmente levantamento de pesos e manobras de lutas com armas pesadas. A partir dessa observação muitos homens antigos passaram a buscar mais informações sobre hipertrofia muscular. Um exército mais forte, certamente levava mais vantagem sobre os outros.

Ter um bíceps bem trabalhando e definido, além de favorecer drasticamente nos resultados de vários tipos de atividades, pode ser também muito interessante, para quem procura uma bela estética corporal.

Apesar dos bíceps ser um músculo curto, considerado pequeno, sem dúvidas ele precisa de uma atenção especial, justamente pela sua importância. Contar com ganho de massa muscular e também evitar lesões e desgastes em suas atividades.

Se você anda com dificuldades em conseguir resultados em seus treinos de bíceps, ou se encontra totalmente perdido em relação a esse grupo muscular, certamente esse texto é para você!

Muita das vezes o músculo não esta sendo trabalhado de forma correta, ou então esta recebendo uma carga não proporcional a sua função.

Nas próximas linhas iremos mostrar mais sobre a estrutura desse músculo, e também dicas valiosa para ter os melhores resultados em seus treinos e os suplementos mais adequados.

Suplementos para ganhar massa muscular

L-GLUTAMINA – MAX TITANIUM

R$49,90R$89,90

 

Conheça mais sobre o bíceps

A criação de uma estrutura muscular de qualidade só poderá ser real com a realização de exercícios de qualidade, nutrição balanceada e descanso correto. Como todos sabem, não existem fórmulas milagrosas para a hipertrofia de qualidade.

Para que ocorram resultados reais, será preciso que os treinos sejam bem aplicados, usando a intensidade correta e de um jeito que promoverá os melhores resultados.

Para você ficar satisfeito com o seu treino, é importante conhecer as reações fisiológicas que seu corpo realiza quando executa movimentos diferentes.

Pensando nisso criamos esse texto para acabar com todas as dúvidas em relação a um treino efetivo de bíceps. Algumas informações sobre esse grupo muscular pode ser um pouco complexa no início, mas quando você tiver em um treino de bíceps, certamente vai reparar esses detalhes.

De certa forma, o treino de bíceps é considerado um dos mais relevantes programas dentro dos objetivos em geral, pois esse tipo de treinamento, além de melhorar a qualidade desse grupo muscular, também tem influência de forma  direta  no treinamento  de músculos dorsais. Ter um volume muscular de bíceps faz o corpo de uma forma geral ter uma presença mais destacada.

Muitas pessoas não sabem é que o músculo apresenta mais de uma porção , sendo que a porção mais conhecida é o bíceps braquial. A seguir para melhor compreensão, iremos falar um pouco mais sobre cada porção do músculo.

Bíceps braquial

È considerado o músculo de maior volume no braço, muitos desconfiam que é o único músculo envolvido nos exercícios para bíceps. O músculo apresenta duas cabeças, o que gera estímulos diferenciados.

A cabeça longa se localiza na lateral tem inserção no tubérculo supra glenoidal, que se localiza na região do ombro. A sua cabeça curta, que é localizada no meio do músculo, se insere diretamente na escapula.

Devemos destacar é que este músculo apresenta uma bifurcação e suas partes passam por mais outras articulações, ou seja, se faz bem necessário um treino bem supervisionado para atingir todas as suas porções, por isso é muito importante a inclinação dos ombros nesses treinos.

Braquial

Considerado um músculo menor do que o bíceps braquial, mas possui a sua relevância nos movimentos, podemos destacar a flexão de cotovelo. Sua inserção é na porção média no úmero. Sem ele o Bíceps braquial não é capaz de fazer a flexão de cotovelo de forma correta.

Além de sua grande solicitação nos movimentos, esse músculo sem dúvidas, tem a sua importância no processo de volume do braço. È possível notar um bom complemento no volume do Bíceps Braquial. È muito importante conhecer todas as porções musculares, justamente para saber o porquê da aplicação de diversos tipos de exercícios.

Coracobraquial

È considerado um músculo que muitos praticantes de atividades físicas nem imaginam que trabalha em harmonia com os outros aqui citados. Mesmo sendo um músculo usado para auxiliar, ele conta com um papel  bem relevante no  treino de bíceps.

Ele auxilia os outros dois músculos no movimento de flexão do cotovelo. Pode até parecer que o treino de bíceps é simples, por ser baseada apenas em um tipo de movimento, a flexão de cotovelo.

Mas se formos analisar mais profundamente, veremos que devido a origem e inserção dos músculos trabalhados neste tipo de treino, teremos uma série de detalhes que podem potencializar seu efeito. Além dos músculos citados aqui, ainda temos os músculos do antebraço que auxiliam no movimento de flexão do cotovelo. Também participa no processo de adução do braço.

O bíceps como falado anteriormente se trata de um músculo que tem a função de  flexão do braço e também a conhecida supinação.

Lesões no bíceps

Mas afinal lesionar o bíceps pode ser algo muito desagradável?

Se caso você tiver lesões no bíceps, você terá problemas nos seguintes movimentos: rotacionais como abrir portas, tampas de garrafas, girar chaves

Somente uma pequena parte da força de flexão do antebraço será perdida, já que o principal músculo envolvido nesta flexão é o Músculo Braquial.

A lesão mais comum no bíceps seria no seu ventre muscular, ou em outros casos em um de seus tendões principais.

O que fazer com as lesões?

Lesões ocorridas no bíceps em especial no do ventre muscular, pode ocorrer a cicatrização  de forma natural em conjunto como repouso necessário e fisioterapia para auxiliar no tratamento.

Em casos mais extremos, pode ser indicada a intervenção cirúrgica, mas só em caso de ruptura.

Quando se fala nos tendões, a cabeça curta é a mais importante no que se refere à função, sendo que lesões da cabeça longa levam a perdas menores de função. Já o tendão distal (na parte do cotovelo) é único, e sua lesão leva a perda total de função deste músculo. O tratamento de cada um destes tendões é individualizado.

Alimentação e ganho de massa muscular no bíceps

Como todos sabem, para garantir os resultados é preciso contar com uma dieta rica em nutrientes que favorecem a hipertrofia. O indicado é ter uma dieta totalmente balanceada como o auxilio do profissional nutricionista para melhores resultados.

Fazer o uso de proteínas de qualidade, como o whey protein,bcaa e entre outros, sem dúvidas é a melhor forma de suprir as necessidades nutricionais de seus músculos. Aqui em nosso site, você pode contar com diversos tipos de suplementos da linha de proteínas.

Exercícios mais usados no treino de bíceps

Ter um treino de bíceps estruturado pode ser uma grande alternativa para conseguir os melhores resultados. Hoje em dia, é possível encontrar nas academias, diversos tipos de aparelhos que trabalham esse tipo de grupo muscular. Porém existem exercícios, que são totalmente efetivos quando colocados em um programa de treinamento.

A seguir iremos descrever alguns exercícios que são bem efetivos nos treino de bíceps, mas lembrando que a consulta ao profissional de educação física é muito importante para a segurança do atleta.

Para facilitar as execuções dos movimentos, iremos postar alguns vídeos mostrando cada movimento com detalhes.

  • Rosca direta com barra W

Sem dúvidas é um exercício bem requisitado nos treinos hoje em dia. Nesse caso usa-se a barra w para atingir outras variações musculares de forma efetiva. Mas alguns estudos mostram para o fato de que todos os participantes relataram maior conforto e efetividade com o uso da barra W. Sendo assim  não é preciso maior solicitação de intensidade ao realizar os movimentos.

Como a posição do punho é totalmente alterada, a demanda de força cai para a cabeça longa do bíceps.

exercício rosca direta com barra w

  • Rosca alternada com banco inclinado

Nesse exercício são usados halteres, e o atleta fica sentado fazendo os movimentos alternados. Através desse exercício podemos desenvolver o bíceps braquial de forma totalmente efetiva.

exercício de Rosca alternada com banco inclinado

  • Rosca Scott

Um exercício muito comum em todos os tipos de treino, conta com uma variação de movimento e pegada para atingir o bíceps braquial.

treino bíceps rosca scott

  • Rosca direta concentrada

Esse exercício é bem efetivo para trabalhar o complexo de músculos do bíceps, são feitas repetições apoiando o cotovelo na perna.

treino bíceps rosca concentrada

 

 

Nesse tópico mostramos os principais exercícios usados no treino de bíceps, porém muitas pessoas estão cada vez mais adeptas aos treinos funcionais.

Para quem ainda não conhece sobre o treino funcional, aqui em nosso site contamos com um artigo com informações totalmente valiosas.

Resumidamente, o treino funcional apresenta uma série de movimentos usando o peso do corpo , e também,alguns  acessórios simples porem bem efetivos.

O treino funcional de bíceps pode ter uma grande influência na definição muscular e também no ganho de força. De acordo com alguns profissionais de educação física é possível fazer a musculação juntamente com os exercícios funcionais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp!