Diferenças entre suplementos pré-treino e suplementos pós-treino

suplementos pre e pos treino

Como aprimorar resultados se alimentando bem e tomando os suplementos certos antes e depois dos treinos.

Alimentação e suplementação corretas fazem com que o corpo tire os melhores resultados de cada treino, mas para isso é necessário conhecer quais os elementos ideais para antes e depois do exercício. Quem possui experiência com exercício físico regular já deve ter percebido a diferença que a alimentação antes do treino pode fazer. E quem acompanha atentamente os resultados sabe que errar nessa escolha pode não só trazer efeitos indesejados como mal estar, enjoo e congestão como também prejudica o próprio treino. O mesmo pode acontecer depois do exercício. Comer mal nesse período pode fazer os resultados alcançados irem por água abaixo.

Isso acontece porque o nosso corpo tem necessidades diferentes para funções diferentes. Para construir massa muscular, para eliminar gordura ou ganhar energia ele precisa adquirir e produzir compostos químicos específicos. E isso só acontece da maneira esperada quando conseguimos aliar ao exercício uma boa alimentação e também uma boa suplementação.

As necessidades do corpo antes, durante e depois do treino

Pelo objetivo do treino ser normalmente um só, seja ele o ganho de massa, a eliminação de gordura ou os dois, é comum cair no erro de imaginar que o corpo vai precisar dos mesmos elementos sempre, mas isso não é verdade.

Para atingir uma meta maior, afinal, o nosso metabolismo precisa estar preparado para fornecer a energia necessária para o exercício, tirar bons resultados durante e manter estes resultados depois. O conjunto de compostos necessários para cada etapa é diferente e, por isso, planejar o que comer antes e depois e quais suplementos utilizar faz toda a diferença.

Suplementação pré-treino

Os principais objetivos da suplementação no estágio anterior ao exercício são o estímulo e o aumento do desempenho do treino. E é justamente para ganho de energia que a vasta maioria dos produtos indicados para esse momento são estimulantes como cafeína e aminoácidos do grupo BCAA, além de elementos que evitam a fadiga muscular e melhoram a vaso dilatação, como a arginina e beta alanina.

Os suplementos pré-treino também aumentam a força muscular, o ganho de massa, retardam o cansaço e trazem mais resistência. Alguns deles são vaso dilatadores, ou seja, proporcionam a maior circulação sanguínea, o que fortalece todos estes efeitos citados. Por isso, sempre vale a recomendação: busque suplementos de qualidade e tome só depois de conversar com profissionais.

                                                                        Clique aqui para comprar os melhores pré treinos
suplementos pré treino

Dois dos suplementos mais utilizados antes do treino são o Kryptonite e o The Curse, da Cobra Labs. O Kryptonite é um estimulante que aumenta a força e a resistência e retarda a fadiga muscular. Uma de suas principais qualidades é que ele evita a produção do ácido lático, responsável pelas dores musculares comuns depois da musculação. Já o The Curse só é indicado para quem é mais experiente, pois é considerado um ultraestimulante. Quem toma sabe que o foco, a vaso dilatação e o desempenho estão acima do comum. Por isso ele é indicado para os treinos mais pesados e não deve ser utilizado por iniciantes. ( inverter the curse com o Kryptonite, pois o Kryptonite é mais forte)

Suplementação pós-treino

O objetivo aqui é um só: não perder os bons resultados alcançados em um bom treino. Para isso, é preciso proporcionar ao corpo os componentes necessários para conservar o anabolismo e a hipertrofia, ou seja, o aumento do ganho de massa, e também para evitar o chamado catabolismo, que é caracterizado pela diminuição da função celular e do “tamanho” alcançado.

Quando fazemos exercícios estamos renovando os nossos músculos, então a suplementação correta vai fazer com que a reconstrução dos tecidos que foram exigidos durante o treino, possuam mais estruturas de proteínas e não de gordura. Para isso, o ideal é aliar um suplemento hiperproteico, os chamados carboidratos de baixo índice glicêmico. E nada de pular essa suplementação, já que ela é ideal para a recuperação após o treino.

Dentre os suplementos ideais para este estágio está o Amino K, que é um composto de diversos aminoácidos que, além de ajudarem na recuperação dos músculos, fazem com que o corpo busque obter energia proveniente da queima de gordura. É ideal para treinos pesados e para quem está fazendo uma dieta com poucos carboidratos. Outro produto bastante utilizado e indicado  após o treino é o Top Whey 3W, que é uma proteína fruto da combinação do whey protein isolado, concentrado e hidrolisado. Ele proporciona o ganho de energia aliado ao aumento de massa muscular e resistência. Estes dois produtos também demonstram benefícios a longo prazo, melhorando o sistema imunológico e evitando câimbras e lesões musculares.

 

Alimentação, hidratação e repouso

A suplementação só funciona quando é aliada ao treino correto e à alimentação correta. Antes da rotina de exercícios mais pesados, o ideal, para auxiliar na absorção dos componentes químicos corretos e para ter energia, é consumir carboidratos simples e proteínas magras que vão se converter em disposição e ganho de massa. O filé de frango com batata doce, muito popular na dieta de quem frequenta academia é uma boa junção de carboidrato e proteína. Além desta combinação, é possível buscar estes nutrientes em outras fontes como tapioca ou mandioca, por exemplo. As fibras devem ser evitadas por atrapalharem na absorção dos carboidratos, assim como gorduras em excesso.

Depois do treino, como já foi dito, o ideal é consumir bastante proteína porque é nesse momento de reconstrução dos músculos que o corpo mais precisa delas. Para atingir esse objetivo, os alimentos mais indicados são ovos, queijos e iogurtes com baixo teor de gordura, carnes, soja e legumes como feijão, lentilha e grão de bico.

É importante também ficar de olho no relógio. A alimentação tem um tempo certo para ser absorvida pelo organismo e por isso é bom ficar atento. Antes de treinar, é preciso dar um intervalo de no mínimo meia hora para que os nutrientes comecem a agir no organismo e evitar a congestão. Depois do treino, é bom se alimentar e ingerir os suplementos,  assim que possível. Pesquisas indicam que a janela metabólica para aproveitar ao máximo os benefícios é de no máximo duas horas.

E por último e não menos importante, a combinação que vai permitir que tudo isso funcione é hidratação e descanso. A água é o elemento mais importante para a absorção de qualquer nutriente e qualquer suplemento. E o repouso é o momento em que os músculos realmente crescem. Uma boa noite de sono é a melhor amiga de um treino intenso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Whatsapp!