Como montar um treino para ganho de massa muscular com suplementos

treino aumento massa muscular

Aumentar a massa muscular é um desafio fácil de ser vencido quando se tem um “manual” com os melhores treinos e suplementos.

Os benefícios dos exercícios para ganhar músculos vão muito além da estética, afinal, ao contrário da gordura localizada, a chamada “massa magra” provoca a aceleração do metabolismo. Assim, quanto maior for o ganho de massa muscular, mais aceleradas serão suas funções metabólicas, o que contribui para o controle do colesterol, a qualidade do sono, a estabilização do peso e a longevidade.

Porém, para conseguir o aumento de massa muscular é necessário se dedicar com afinco aos exercícios de hipertrofia. Para quem não sabe por onde começar, a boa notícia é que alguns treinos “clássicos” funcionam para a maior parte das pessoas, independente do seu biotipo físico e genética. E quando associados a suplementos para ganho de massa muscular, o resultado é ainda mais evidente.

Acompanhe, a seguir, 5 sugestões de treinos comprovadamente efetivos para quem busca aumento de massa muscular.

Treino fullbody (corpo inteiro)

Embora os treinos fullbody sejam conhecidos como “treino para iniciantes”, a verdade é que até mesmo celebridades como Arnold Schwarzenegger e Dwayne Johnson utilizam essa rotina de exercícios.

No fullbody todos os grupos musculares são estimulados em um único dia por meio de exercícios compostos. A frequência mais utilizada é de três vezes por semana com 24 ou 48 horas de descanso entre cada treino.

Conforme indicam especialistas em hipertrofia, os treinos fullbody ajudam no ganho de massa muscular pelos seguintes motivos:

● Contribuem para o desenvolvimento da condição física geral, em vez de trabalhar apenas músculos isolados;
● Não causam fadiga acumulada e garantem um rendimento de 100% a cada novo treino, já que permitem o descanso dos músculos e articulações

Suplementos para potencializar o aumento dos músculos com o treino fullbody

Os suplementos de aminoácidos, também conhecidos como BCAA, são uma das melhores opções para a construção de novos músculos com os treinos fullbody. Afinal, eles são capazes de prover todos os nutrientes necessários para restaurar os tecidos musculares, além de evitar o catabolismo (degradação dos músculos já existentes).

Treino upper-lower (superior e inferior)

Nesse “formato” de treino, há a divisão dos exercícios de força em dois dias: no primeiro, trabalha-se a parte superior do corpo, incluindo costas, peitoral, ombros, bíceps, tríceps e abdômen; já no segundo, trabalha-se a parte inferior, que inclui quadríceps, posteriores, panturrilha e lombar.

treino upper-lower

Após os dois dias de treino dividido, é indicado descansar por 24 horas para só então reiniciar os exercícios. Trata-se de uma rotina que não sobrecarrega o corpo inteiro de uma só vez e permite treinos rápidos, sendo ideal para pessoas com pouca disponibilidade de tempo.

Suplementos que junto com o treino upper-lower fortalecem a musculatura

Os suplementos à base de albumina, proteínas de soja ou de soro de leite como o Whey Protein podem facilitar a hipertrofia com o treino upper-lower. Isto porque o corpo irá requerer proteínas de alto valor biológico para fortalecer o tecido muscular e gerar o aumento de massa.

Treino agonista-antagonista

Para quem já está em um nível avançado de musculação, o treino agonista-antagonista pode ser uma excelente maneira para alcançar novos resultados. Trata-se de uma rotina de exercícios que trabalha grupos de músculos opostos de forma intensa, elevando o volume das séries para provocar “sobrecargas” que estimulam o aumento da massa muscular.

Para entender melhor como esse treino atua nos seus músculos, é necessário compreender o que significa agonista e antagonista:
● Agonista é qualquer músculo capaz de se contrair, alongar ou manter seu comprimento de forma dinâmica, isto é, movimentando-se conforme o estímulo provocado pelo exercício executado. Em outros palavras, um músculo agonista é aquele que reage “a favor” do exercício.
● Antagonista é qualquer músculo que permanece relaxado enquanto um músculo agonista é estimulado. Ou seja, ele exerce uma força oposta ao exercício.
Desse modo, treino agonista-antagonista consiste em pares de exercícios de movimentos contrários (puxar/empurrar; flexionar/estender).

treino agonista-antagonista

Suplementos repõem o gasto energético do treino agonista-antagonista

Por ser um treino de alto gasto energético, os suplementos hipercalóricos podem fazer toda a diferença no desempenho e resultados, já que eles são compostos por carboidratos, proteínas e gorduras de alto valor biológico, vitaminas e minerais. A proporção mais comum é de 10% gorduras, 20% de proteínas e 70% de carboidratos, sendo essa combinação de nutrientes extremamente efetiva o aumento de massa muscular.

Bom, agora que você já sabe tudo isso, não tem mais desculpa para ficar parado. São muitas razões para você utilizar os suplementos adequados e iniciar agora um treino de ganho de massa muscular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *